segunda-feira, 21 de junho de 2010

Toni Rodrigues publicou...

Mauro Tapety: Antes, rodovias tinham uma maior durabilidade
O deputado Mauro Tapety lamenta situação de rodovias estaduais construídas na gestão de Wellington Dias. “Encontram-se em péssimas condições. Foram construídas há pouquíssimo tempo e já estão sem condições de trafegabilidade. A camada de asfalto é muito fina, não aguenta o tráfego de veículos. E não adianta dizer que é por causa de menor fluxo porque na metade dos anos 1970 o então governador Dirceu Arcoverde mandou asfaltar a rodovia entre Oeiras e Simplício Mendes, que tem 100km, e ela durou nada menos que 20 anos. Antes, as estradas tinham duração mínima de 10 anos, pelo menos, agora não aguentam nem dois anos. O que está acontecendo com as obras atuais? Por que o dinheiro público está sendo desperdiçado desta maneira?”
Feirão organizado, mas imagem de petistas é campanha política
Muito bonito e bem organizado o Feirão da Casa Própria organizado pelo apresentador Yeltson Vasconcelos, da TV Meio Norte, e realizado no Empório João XXIII. Mas não consigo entender, por mais que me queiram explicar, por que cargas d’água no estande da ADH – Agência de Desenvolvimento da Habitação havia um aparelho de televisão com DVD acoplado que passa, direto, um vídeo anunciando que o órgão havia construído 100 mil casas populares no governo Wellington Dias. Junto com a mensagem, imagem das supostas obras, do ex-governador, ora candidato ao Senado, e do ex-presidente Marcelino Fonteles, ora candidato a deputado estadual. Se isto não for campanha antecipada, então o que significa? Por que, no Piauí, não há respeito às leis?
Mão Santa, em entrevista, diz que Ciro precisa estudar mais
Como o sr. analisa essas críticas do deputado Ciro Nogueira de que a sua condição de opositor ao governo Lula teria prejudicado a captação de recursos pelo governo do estado?
- Esse fedelho não sabe o que está dizendo. Não estou dizendo isso com agressão. Eu também fui fedelho de Petrônio Portela e digo isso como homenagem aos meus pais, aos meus professores. A gente precisa evoluir, aprender com a experiência. O fato de Rui Barbosa ter sido contrário ao governo do Marechal de Ferro, Floriano Peixoto, queria dizer que ele era contra o Brasil? Que ela era anti-Bahia? De modo algum. Existe um partido governando e outro vigiando. Há várias formas de um político defender o seu estado. Eu optei pela oposição por discordar do governo. O deputado tem que estudar e aprender.
Governo muda tática sobre vinda de Lula e anuncia cotação
Mudou completamente a tática do governo para anunciar a vinda do presidente Lula que não tem se confirmado recentemente. O presidente parece mesmo chateado com alguma coisa que lhe foi aprontada pelo pupilo e partidário que anteriormente estava no governo. Deve ter sido mesmo algo muito grave porque em plena campanha eleitoral o político se recusar em visitar um estado é algo preocupante. Só este ano ele desmarcou nada menos que quatro vindas programadas e anunciadas. Agora, o governo informa o seguinte: ‘Lula está cotado para vir ao Piauí’. Cotado?! Fala sério. O governador Wilson Martins viaja hoje para Brasília para acertar os detalhes da suposta visita presidencial.